Novo blog!!!!!!

15/08/2010 at 3:08 pm (idéias de Girico, livros)

Olá, gente!

A artir de agora estou escrevendo TAMBÉM um blog sobre livros, com resenhas e trechos. Resolvi escrever este blog pensando naqueles que, como eu, são apaixonados por leitura.

Pois então! Entrem, comentem, indiquem livros! Vamos incentivar a leitura nesse pais através da blogosfera! huhuuuu ¬¬

Clica aí, ó:

http://maniadeleitura.wordpress.com

Bjos.

Link Permanente Deixe um comentário

Arte Islâmica

13/08/2010 at 10:39 am (Arte)

Sala dourada - Alhambra

Gente… Estava reunindo imagens para uma aula de arte islâmica (fui asssistente do professor de história da arte) e fiquei completamente fascinada!!!! É absurdamente lindo!

O post hoje vai ser curtinho, mas deixo aqui o power point da aula para quem quiser conferir as imagens. Nem todas tem uma boa resolução, mas todas são de tirar o fôlego! Clique no link abaixo:

Arte árabe

Salamaleiko.

Link Permanente Deixe um comentário

Folclore Brasileiro

29/05/2010 at 10:50 pm (Design, O que todo mundo deveria saber)

Enquanto curto a minha filhotinha (15 dias: mamando-dormindo-fazendo cocô), fico aqui pensando no que vou ensinar a ela. É como um HD vazio: já vem cheio de programas e acessórios, mas se não tiver conteúdo, nada feito. Pois então, pensando em temas como amor, lealdade, educação para a paz, pedagogia Waldorf, vida no campo e tantas outras coisas, me lembrei de uma conversa no Café A2 da qual participei a convite do meu amigo André.

O designer Humberto Avelar estava lá apresentando alguns curtas metragens de seu projeto, a série Juro que vi, patrocinada pela prefeitura do Rio de Janeiro. A primeira apresentação quase levou os designers presentes às lágrimas: O Curupira, em versão desenho animado, com uma qualidade jamais vista em terras tupiniquins. A conversa girou em torno disso: o alto investimento necessário para a realização de projetos como este, as dificuldades da produção de animação no Brasil, as potencialidades da cultura e, sobretudo, do folclore brasileiro para a produção de animações.

Eu gostaria sinceramente que projetos como este fossem levados adiante, que alguém comprasse a idéia… A pobre Carolzinha não teria então que assistir somente a desenhos estrangeiros, que hoje em dia costumam ser bastante… retardados. Vide Backyardigans, Teletubbies, etc. ¬¬

Então fica aqui um registro para a posteridade, três vídeos da série Juro Que Vi: O Curupira, Boto cor-de-rosa e Iara.

Lindo, né?

Até a próxima.

Link Permanente Deixe um comentário

Sonhos de Natal

22/12/2009 at 5:03 am (idéias de Girico, listas, Uncategorized)

Diz o meu pai que eu nasci pobre por acidente… E eu começo a acreditar nisso toda vez que vou às compras: pode ser a loja mais barata de todas, que se eu gostar de algo provavelmente será o produto mais caro à venda.

Reflexões à parte, também tenho os meus desejos de natal, e como todo mundo, tem os desejos materiais e os imateriais. Então, primeiro os materiais, que a pesar de serem caros são os menos audaciosos sempre:

Wish ist

  1. Bolsa Balenciaga;
  2. Carteira com caderneta de anotações;
  3. Caixa natalina de coração com trufas da Meuy;
  4. Vestido Angelina-Jolie-grávida para a formatura do Roger;
  5. Lavadora Eggo Brastemp pra lavar as roupinhas do bebê, porque ela é meu sonho de design/consumo e pq eu o-d-e-i-o lavar roupa e acho que na mão consigo estragar mais que uma máquina p/ 12 kg;
  6. Tênis Osklen;
  7. Máquinas de costura overlock e reta antiguinha;
  8. Pôsters com estampas Art-Nouveau do Alphonse Mucha;
  9. Papel com estampa Toile de Jouy para forrar as caixinhas do quarto da minha filha;

Algumas dessas coisas são caras, mas se Deus quiser ainda tenho muitos natais pela frente para ganhar cada uma delas…

E tem a lista de desejos imateriais (ou nem tanto). Alguns o dinheiro até paga, mas dependem do que o futuro nos reserva. Outros não há dinheiro que compre.

  1. Uma bela lua-de-mel com o Roger na ponta da Tartaruga, em Búzios-RJ. Acreditem, lá a areia é dourada! Mesmo! Parece que espalharam purpurina.
  2. Ter a minha barriga de tábua de volta quando o neném nascer;
  3. Passar férias na Europa (nem que seja uma só) conhecendo castelos, museus e aquelas paisagens feias. Hehehe;
  4. Ver a minha família feliz e sem preocupações;
  5. Ter um parto tranquilo e um neném saudável;
  6. Morar em uma casa com varanda e jardim onde eu possa fazer piqueniques com a minha filhinha ao som das musiquinhas deliciosas da Carla Bruni;
  7. Ter a minha própria grife de produtinhos fashion, crafts & home.

Ps-> Nada a ver com o post, mas quase pari morri de rir lendo o blog da grávida, que agora é ex-blogueira e ex-grávida. http://blogdagravida.wordpress.com/

Ainda estou devendo as fotos de flores deste ano, mas a agenda de grávida anda ocupadíssima…

Beijinhos!!!!!!!!!!!!!!

Ouvindo: Carla Bruni – Raphaël

Link Permanente Deixe um comentário

Ó nóis aqui traveis!

22/10/2009 at 2:37 pm (idéias de Girico, Moda e beleza)

Há! Depois de tanto tempo em off com essa agenda insuportavelmente corrida estamos de volta! Estamos? Sim! Eu e o meu Kinder Ovo, que, apesar de ainda ser surpresa já mexe os bracinhos e as perninhas no ultrassom! Tãããão bunitinho!

E aproveitando que eu já estou no clima, vou fazer aqui um merchandising  de umas roupinhas pra lá de interessantes que eu encontrei na internet, algumas básicas e outras totalmente fora do convencional! Eu querooooooo!

Começando pelos básicos, pero no mucho, temos a linha Baby Gap! Os únicos pontos de venda no Brasil são a Daslu (!) e as lojas Duty Free dos aeroportos do Rio, SP e PoA, mesmo sendo uma loja de pobre popular lá fora. Mas também nada que eu não possa apelar para o meu priminho Sórem trazer dos States, não é, primo?????

A Baby Gap tem umas coisinhas básicas fofíssimas tanto para bebês quanto para os pequenininhos-mas-nem-tanto! Não é fofo?

baby gap

baby gap all

E olha só, como o meu bebê vai ouvir Heavy Metal sim (viu, grande gafanhoto?), achei umas roupinhas bem legais para quando a gente for no show do Angra!!!!!

Essas são da Baby Rock:

baby rock all

E essas da I’m Not a Baby, as duas nacionais:

im not a baby

Agora, nada a ver com Rock, eu fiquei totalmente ensandecida quando vi o site da A Fábula. Se for menina eu tô ferrada! Ou então vou ter que virar costureira! hehehehehe

a fabula all

Lindo, não? Tem que ver o catálogo, é de morrer.

Os endereços das lojas estão nos seus respectivos sites, mas já aviso que é tudo no eixo Rio-São Paulo. Exceto a Baby rock, que tem loja virtual.

E você, conhece alguma marca bacana de roupas infantis? Bota aí nos comentários!!!!!!

Kissu!

Ouvindo: Stratovarius – Learning to Fly

Link Permanente Deixe um comentário

Será????

04/08/2009 at 1:54 pm (idéias de Girico)

Eduardo e Mônica

Quem um dia irá dizer
Que existe razão
Nas coisas feitas pelo coração?
E quem irá dizer
Que não existe razão?

Eduardo abriu os olhos, mas não quis se levantar
Ficou deitado e viu que horas eram
Enquanto Mônica tomava um conhaque
No outro canto da cidade, como eles disseram…

Eduardo e Mônica um dia se encontraram sem querer
E conversaram muito mesmo pra tentar se conhecer…
Um carinha do cursinho do Eduardo que disse:
“Tem uma festa legal, e a gente quer se divertir”

Festa estranha, com gente esquisita
“Eu não ‘to’ legal, não agüento mais birita”
E a Mônica riu, e quis saber um pouco mais
Sobre o boyzinho que tentava impressionar
E o Eduardo, meio tonto, só pensava em ir pra casa
“É quase duas, eu vou me ferrar…”

Eduardo e Mônica trocaram telefone
Depois telefonaram e decidiram se encontrar
O Eduardo sugeriu uma lanchonete,
Mas a Mônica queria ver o filme do Godard

Se encontraram então no parque da cidade
A Mônica de moto e o Eduardo de camêlo
O Eduardo achou estranho, e melhor não comentar
Mas a menina tinha tinta no cabelo
Eduardo e Mônica era nada parecidos
Ela era de Leão e ele tinha dezesseis
Ela fazia Medicina e falava alemão
E ele ainda nas aulinhas de inglês

Ela gostava do Bandeira e do Bauhaus
De Van Gogh e dos Mutantes, de Caetano e de Rimbaud
E o Eduardo gostava de novela
E jogava futebol-de-botão com seu avô

Ela falava coisas sobre o Planalto Central
Também magia e meditação
E o Eduardo ainda tava no esquema “escola, cinema
clube, televisão”…

E mesmo com tudo diferente, veio mesmo, de repente
Uma vontade de se ver
E os dois se encontravam todo dia
E a vontade crescia, como tinha de ser…

Eduardo e Mônica fizeram natação, fotografia
Teatro, artesanato, e foram viajar
A Mônica explicava pro Eduardo
Coisas sobre o céu, a terra, a água e o ar…

Ele aprendeu a beber, deixou o cabelo crescer
E decidiu trabalhar
E ela se formou no mesmo mês
Que ele passou no vestibular

E os dois comemoraram juntos
E também brigaram juntos, muitas vezes depois
E todo mundo diz que ele completa ela
E vice-versa, que nem feijão com arroz

Construíram uma casa há uns dois anos atrás
Mais ou menos quando os gêmeos vieram
Batalharam grana, seguraram legal
A barra mais pesada que tiveram

Eduardo e Mônica voltaram pra Brasília
E a nossa amizade dá saudade no verão
Só que nessas férias, não vão viajar
Porque o filhinho do Eduardo tá de recuperação
Ah! Ahan!

E quem um dia irá dizer
Que existe razão
Nas coisas feitas pelo coração?
E quem irá dizer
Que não existe razão!

Link Permanente Deixe um comentário

Brrrrrrrrr……

27/07/2009 at 6:24 pm (Pelotas)

Bahhhh, tchê, mas que frio de renguear cuzco!!!!!! Hahahahaha

Desculpem, a frase tem que ser assim porque no vocabulário mineirês (sobretudo se a mineira veio de Muriaé), não existe uma expressão que transmita todo o frio que está fazendo neste lugar. Sexta feira eu estava lavando a louça de manhã e a mão estava doendo como se eu estivesse usando água do congelador. Aí eu saí na rua com as roupas mais grossas que eu consegui colocar e continuava morrendo de frio…

“Nossa, mas não é possível, que frio!” E foi então que, às 8:30 da manhã eu indo para o serviço vi lá no termômetro: OºC!!!!!! Hááááá! A primeira vez a gente nunca esquece! (caipira pouco é bobagem…)

E pra quem acha que a geada foi passageira, segue aí a previsão para os próximos dias:

E esse cristalzim de gelo na previsão para a manhã??? Que coisinha mais meiga!

Pra aguentar esse frio, só com casacão de lã e comidinhas engordiet!!! Tipo: chocholate quente, feijão temperadão com pão quentinho, sopão levanta defunto e essas coisas. Depois não entra nas calças e não sabe porquê… hehehe

E pra senhora, mamãe, que não acredita na gravidade da situação, vai aí a foto da sua filhinha. Se não conseguir reconhecer, eu sou esses dois olhinhos entre o casaco e a touca. ^^

frio

Então é isso! Não consegui fotografar a geada na praça ainda porque sempre que tento sair na rua pra isso eu paro de sentir os pés, e aí desisto e volto pra casa. Isso com a palmilha de pele de ovelha dentro do sapato!

Até mais, pessoas! Beijinho de esquimó para todos!

Link Permanente Deixe um comentário

Felinos

13/07/2009 at 8:33 pm (idéias de Girico)

Majestic_Eyes

Quem me conhece ao menos um pouquinho sabe que eu a-d-o-r-o gatos. Mas essa é uma história antiga, dessas que vêm da infância e que eu lhes apresento a seguir:

Tudo começou com o comercial da Pirelli que passava na TV quando eu era pequena, tinha uma pantera negra correndo, fazendo alusão ao peneu. “Pai, esse gato é tão grande!!!” “Não, minha filha, não é um gato. É uma pantera negra.” “Ahhhh… Posso ter uma?????” …

 

Close no gatinho...

Close no gatinho...

Desnecessário dizer que desde então eu sou apaixonada por gatos, principalmente os pretos. Aí um dia passou um filme na sessão da tarde chamado Quem é essa garota?, estrelado pela Madonna. No filme ela  faz amizade com um puma (!) e  rouba um colar de diamantes numa joalheria para colocar no pescoço do “gatinho” (!!).  Aí sim!¬¬  “Pai, posso ter uma pantera negra e um colar de diamantes pra colocar nela?” “Não minha filha, panteras são muito bravas e colares de diamantes muito caros.” “Mas eu pego uma filhotinha e amanso ela…” “Minha filha, não inventa moda!!!!!!!!!!!!!”

Imagina esse gato com um colar de diamantes!

Imagina esse gato com um colar de diamantes!

Tinha também o desenho da Pantera-cor-de-rosa que passava no SBT tarde da noite e que o meu pai só me deixava ver porque eu adorava! Tinha uns 6 anos, ele me sentava no colo e via comigo todo dia. O desenho era mudo, mas muuuuuito inteligente!

The Pink Panther

The Pink Panther

Além disso ainda tinha a mulher-gato que eu adorava, aliando a personalidade felina à feminina numa personagem bem interessante. Seriado preferido na TV? As Panteras.

Em cima: As panteras (série e filme). Em baixo: mulher-gato (cartoon e filme).

Em cima: As panteras (série e filme). Em baixo: mulher-gato (cartoon e filme).

Aos 18 anos finalmente consegui que me liberassem para ter um gatinho e então chegou o Shinãe! Ele era a coisa mais pequenininha do mundo, cabia dentro da minha mochilinha preta, e foi dentro dela q eu o levei ao veterinário no dia em q ele chegou. E na rua: “Tem uma coisa preta se mexendo na sua bolsa!!!!!!” “Sim, é o meu gato… 4 kkkkkkk

O Shinãe me esperava todos os dias na janela na volta do cursinho, saía para correr atrás de umas gatas por aí e depois aparecia de madrugada e ia se esgueirando para dormir debaixo do meu cobertor… Era louco por wiskas e sardinha, e ficou muito esperto graças ao treinamento intensivo dado pela Winnie, a cadela lá de casa. Então quando eu passei na UFRJ ele se revoltou e fugiu de casa uma semana depois. Ou pelo menos eu prefiro pensar que ele fugiu do que na possibilidade de algum vizinho ter dado veneno.

Depois dele vieram outros dois shinães. Um eu trouxe do Rio de ônibus (imagina…). Caçava todos os passarinhos, ratos e lagartixas da vizinhança, mas só comia ração. Esperto ele, nunca conseguiram envenenar.

O outro batia em todos os gatos das redondezas (também graças ao treinamento com a nova cadelinha, a bolinha, que se eu não citar nesse post o meu irmão me mata) e pegava uma gatinha que era exatamente igual a ele. De longe era impossível diferenciar os dois.

Olha aí a figura!!! não parece o gato de botas do Shrek?

Olha aí a figura!!! não parece o gato de botas do Shrek?

Mas uma coisa eu descobri: todos os gatos um dia vão embora. A menos ,é claro, que você os castre, mas eu jamais faria isso com um bichinho meu só pra tê-lo do meu lado. Além do que, gato castrado fica meio abobado, e quem gosta de bicho abobado são os donos dos cachorros. Enfim.

Como agora eu moro em uma casa com quintal vou poder ter um gatinho novamente, assim que botar as contas em dia (porque no momento não estou tendo dindim nem pra minha ração, se é que podemos dizer assim,hehehe). Portanto, estou aceitando doação de um gato macho, vira-lata, recém desmamado e de preferência preto. Você de Pelotas que estiver lendo esse post e tiver um gatinho pra doar, me avise!

Por hoje deu, né, pessoas? Beijinhos e bom começo de semana. Miau!!!!

Ouvindo: Lykke Li – Let it Fall

Link Permanente 2 Comentários

Especial Gastronomia Brasileira II

17/06/2009 at 8:37 pm (Gastronomia)

Há!! Finalmente a segunda parte!

bandeira_minasA bandeira mais linda do mundo!

Como eu sou mineira e to morrendo de saudade da comida da minha mãe, este especial vai ser dedicado à culinária mineira. Ou seja, ainda vai faltar uma parte para outro dia, com os estados do sul e o resto do sudeste.

Observação importante!!!

Tirando a canjiquinha, todas estas receitas devem ser acompanhadas de angu (polenta mais durinha) e arroz branquinho e soltinho. Senão não tem graça nenhuma!!!

Tutu mineiro

tutu1

1 kg de feijão preto (para 6 a 8 pessoas)
 2 xícaras (chá) de farinha de mandioca
 alho amassado a gosto
 1 cebola picada
 água
 sal
 salsinha picada
 ovos cozidos
 torresmo

Como fazer:

Bata o feijão cozido no liquidificador. Refogue o alho e a cebola
bem batidinha, até o ponto de dourar. Adicione o feijão e deixe
ferver. Separadamente, dissolva a farinha de mandioca na água e
vá acrescentando no feijão até dar o ponto de mingau (não deixe ficar grosso demais, senão ele fica sólido quando esfria). Coloque sal
a gosto. Despeje o preparo numa travessa e acrescente, por cima,
salsinha, ovos cozidos e picados e torresmo. Se quiser, pode dourar uma cebola em rodelinhas na gordura de porco ou naquela frigideira onde você fritou bife, e colocar por cima.

Feijão Tropeiro

feijao tropeiro

1kg de feijão já cozido al dente
1/2kg de torresmo
1/2kg de linguiça calabresa ou linguiça fina cortada em rodelas
1/2kg de bacon cortado em cubos
1 maço de couve cortada bem fininha
2 cebola cortada em cubos
1 cabeça pequena de alho amassado
ovo cozido picado
3 folhas de louro
salsinha e cebolinha verde picados
pimenta do reino a gosto
sal a gosto
farinha de mandioca a gosto

Como Fazer

Lave o feijão, coloque-o numa panela de pressão com 1 litro de água e leve ao fogo por 30 minutos, sem deixar que cozinhe demais, os grãos devem ficar inteiros e mais duros do que de costume. Retire da panela e coe imediatamente, para interromper o cozimento. Reserve.

Pique a lingüiça de porco, coloque-a numa frigideira e refogue, para que frite em sua própria gordura. Reserve.
Limpe, lave e seque as folhas de couve. Sobreponha as folhas, enrole e corte em tiras bem finas. Coloque na mesma panela em que foi preparada a lingüiça e refogue. Acerte o sal e reserve.
Numa frigideira frite o bacon, a cebola e o alho e mexa até a cebola dourar. Acrescente a farinha de mandioca, misture e, sem parar de mexer, deixe torrar. Adicione o feijão, a lingüiça e a couve e misture. Coloque a cebolinha, acerte o sal e deixe no fogo por mais 2 minutos, mexendo sempre. Transfira para uma cumbuca ou travessa. Se preferir, enfeite com ovos cozidos ou misture-os delicadamente com os demais ingredientes (nesse caso fica melhor se forem ovos mexidos).

Frango com quiabo

franquiabo

3kg de coxas frango
6 dentes de alho amassados
sal a gosto
3 colheres (sopa) de azeite de oliva
4 xícaras de água quente
600g de quiabo cortado em rodelas finas
2 cebolas picadas

Modo de fazer

Tempere o frango com alho, sal com alho e deixe descansar por um tempinho. Se quiser, acrescente outros temperos como pimenta do reino, louro, páprika, etc. Aqueça o azeite de oliva e refogue o frango, mexendo de vez em quando até que fique bem dourado. Acrescente a água aos poucos e deixe cozinhar bem. Retire e reserve. Use a mesma panela para refogar a cebola. Acrescente o quiabo e mexa delicadamente para refogar. Cubra com água e deixe cozinhar tampado. Devolva o frango à panela e misture bem, acrescente cebolinhas bem picadinhas e deixe cozinhar até ficar desmanchando (eu gosto assim, mas você pode deixar menos tempo).

Canjiquinha (essa receita é minha, viu?!)

Em minas a gente costuma chamar também de péla-égua, porque é servida bem quente e com pimenta no inverno. A quantidade desses ingredientes complementares (as carnes) pode variar a gosto, porque como eu moro sozinha e cozinho só pra mim, não tenho muita noção de quantidade mesmo.

canjiquinha

500 gr de canjiquinha (milho amarelo quebradinho)
1 cenoura média ralada no ralo grosso
2 batatas médias raladas no ralo grosso
2 cubos de caldo de galinha
1 cebora grande picada
6 dentes de alho grandes amassados
1 pedaço de bacon de 10 x 15 cm mais ou menos, bem altinho, com bastante carne (sei lá quanto pesa isso!)
1 maço de salsinha picada
costelinha de porco (um tanto que dê dois ou três pedaços por pessoa, se preferir pode ser defumada)
1 colher de manteiga ou margarina
molho de pimenta a gosto

Como fazer

Coloque a canjiquinha de molho na véspera com água de modo que cubra e fique um dedo de água acima. No dia, frite a costelinha até ficar bem douradinha e reserve. Frite o bacon, a cebola e o alho na manteiga e acrescente a canjiquinha com a água do molho e mais um copo de água. Quando começar a ferver, coloque os cubos de caldo de galinha, a cenoura e a batata. Mexa de vez em quando, porque se agarrar no fundo você vai ter que trocar de panela, caso contrário ela queima e não acaba de cozinhar. Por fim, acrescente a costelinha e sal a gosto. A canjiquinha demora bastante a cozinhar, e você só sabe que ela está no ponto quando cobeçar a borbulhar espirrando pra todo lado. Quando isso acontecer, prove para verificar o sal e veja se ela está bem cozidinha, desmanchando mesmo. Aí acrescente a salsinha e desligue. O molho de pimenta é opcional, mas já adianto que fica tu-di-bão! Rende mais ou menos 8 porções.

Aguardem a última parte neste mesmo Bat-canal! Não coloquei feijoada na parte mineira porque ela está virando patrimônio nacional (com vistas a patrimônio da humanidade!) assim como a cachaça e o queijo mineiro, que apesar de serem produto-Brasil, só a gente sabe fazer direito. hehehe.

Inté!

Ouvindo: 14 Bis – Bola de meia, bola de gude

Link Permanente Deixe um comentário

Ping-Pong

16/06/2009 at 6:06 pm (idéias de Girico, listas)

 

bolinha

 

Antes de mais nada, parabéns pra dona Meire (ontem) e pro seu Macenias (hoje)!!!! Feliz aniversário pros meus queridos pais!

 

Agora o post de hoje, que é quase uma auto-entrevista:

2

Cris, do Hoje Vou Assim

Sobre moda: detesto o que está na moda, parece que estão todos andando uniformizados. O que é diferente do estilo básico, é claro. Tatuagem e cabelos curtos (para mulheres) ou longos (para homens) são capazes de tirar qualquer look da mesmice. Até vestido de vovó (foto acima).

       Winona_Ryder_735            cess_winona_01_v

Sobre celebridades: Adooooro a Winona Ryder mesmo ela sendo ladra (ou não), porque é uma excelente atriz. Ainda bem que ela está voltando.  Os filmes que eu mais gostei até hoje foram Drácula de Bram Stocker e As Bruxas de Salem. E ela vem aí de novo em Star Trek.

Sobre religião: Eu sou protestante. Mas assuntos como o-fim-dos-tempos e figuras como o Edir Macedo me irritam profundamente… Acho uó isso de ficarem brincando com a ignorância das pessoas e usando a fé para ganhar dinheiro. Assim como eu não cultuo a Ogum ou a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, também não falo mal de ninguém, e odeio quando ficam ridicularizando a minha religião. Cada um deve ser respeitado nas suas escolhas religiosas.

Sobre política: Quando jovens conservadores ganham uma eleição numa universidade pública, aí sim, o mundo está perdido. O céu irá cair sobre a Casa do Estudante!!!

03_MHG_ESP_volei_ponto

Sobre esportes: Se é pra enriquecer um atleta incompetente, então que seja bonito. Só pago ingresso pra ver a seleção de vôlei. Ou o Kaká que é atualmente a salvação da pátria.

sapatenis_blogmoletom

Sobre homens: Como seria bom um relacionamento fixo e duradouro com um homem que não gostasse de vestir calça de moletom com sapatênis e que não terminasse em casamento!!!

canjiquinha

Sobre comida e bebida: Não existe Ferran Adrià que bata a canjiquinha com costelinha da dona Meire. (E que foi lindamente reproduzida neste fim de semana). Apesar de já ter aprendido a beber, ainda prefiro mil vezes suco de fruta a bebida alcoólica, e não bebo nada que não agrade ao meu paladar (cerveja, por exemplo).

photo_lg_morocco

Sobre viagens: Lugares exóticos são definitivamente os melhores e mais pazeirosos de se conhecer. Seja a mongólia, o Marrocos ou o Recife, tudo o que você comer, fotografar ou comprar vai ser sucesso. E eu não quero conhecer a Holanda! Não quero! Não quero! Não quero!!!!!!

doug

Sobre desenho animado: Definitivamente, Doug Funny. Ainda não inventaram NADA que seja mais legal. Talvez seja um marco na revolução nerd, o primeiro a mostrar o lado cool de ser uma pessoa normal e defender valores normais.

transportes-alternativos

Sobre carros: Carros são totalmente prejudiciais e desnecessários. Se todos usassem os transportes coletivos (ou alternativos, como bicicleta), certamente eles receberiam mais atenção do governo e as cidades seriam mais bonitas e interessantes, além de mais limpas.

Sobre este blog: Estou pensando em focar mais os assuntos aqui, por isso gostaria de saber o que as pessoas mais gostam de ler: idéias de girico (como o post de hoje), arte e cultura, dicas (de moda, livros, viagens, etc.) ou outra coisa?  comenta aí !!!

casa2Gente eu to tão feliz! Embora eu provavelmente vá me ferrar com isso e me atolar em dívidas, finalmente vou alugar uma casa! Imagina! Há anos eu não sei o que é ter sala e cozinha! E a casa tem até quintal! Um baita quintalzão! Quem quiser ajudar pode fazer vaquinha, chá-de-panela, corrente de oração, pensamento possitivo, qualquer coisa tá valendo! Essa semana vão rolar as negociações. Por Tutatis!

Ouvindo: Estelle – American Boy

Link Permanente Deixe um comentário

Next page »

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.